sábado, 25 de novembro de 2017

TOP 40 | As melhores faixas do Asian Pop em 2012 (40ª até 26ª)


Huh, mais um top. Dessa vez, relembrando as melhores faixas de 2012, um ano que muitos dos capopeiros mais saudosistas parecem amar, mas eu não consigo curtir tanto quanto outros dessa década não. Como eu disse ontem no post do BIGBANG, sendo bem honesto, não consegui achar 40 faixas japonesas e 40 faixas coreanas para formar duas listas, como sempre faço por aqui. Então, resolvi pegar o melhor do melhor do melhor do melhor de cada país e montar um ranking só.

Para quem está olhando um top meu pela primeira vez, aqui vão umas regras: essa lista é feita tomando como critério único e exclusivo o meu mau gosto pessoal. Se vendeu bem ou não, se ganhou troféu no Music Bank ou não, tanto faz. Quaisquer resquícios de vontade que poderia ter em cobrir o máximo possível de atos foram cortados. O que quer dizer que algumas faixas, mesmo que bacaninhas, acabaram morrendo na praia para que eu incluísse ainda mais b-sides e album tracks que eu costumo escutar com maior frequência, mesmo que tais artistas já tivessem aparecido várias vezes no ranking. Pois é...

Enfim, façam suas apostas. Qual hino será cortado logo na primeira parte? Quem foi poupado para aparecer mais pra frente? Quem foi esquecido no churrasco? Vamos ver...

CITAÇÃO ESPECIAL: PSY - GANGNAM STYLE



"Gangnam Style" foi uma febre e segue até então com o título de maior viral e troço coreano a ficar mundialmente famoso como um todo - se foderam, army! É bem provável que muita gente só tenha tomado conhecimento do que é K-Pop hoje em dia por conta disso aqui. Mas a real é que, pra ser bem honesto, eu não tenho coragem de queimar uma das posições do top apenas para incluir o hino do cavalinho, já que eu nunca escuto isso. Foi uma ótima febre, divertida, mas ficou lá em 2012/2013. De qualquer forma, vale a citação...

- x -

40) SEUNG YEON - GUILTY


Em 2012, o KARA completou 5 anos de debut. Para comemorar isso, o grupo lançou uma compilação com faixas solos para cada uma das gostosas. E enquanto eu nem me lembro como soa todo o resto feito pelas outras gatas, "Guilty", da Seungyeon, ainda segue forte em minhas playlists quando preciso daquele número para servir de emo/gótico dentro do busão, na chuva, indo para a faculdade. Uma pena a Vesgostosa não ter continuado nessa vibe para sua carreira solo, pois eu totalmente imaginaria ela como uma Aimer da vida no Japão, soltando power ballads anuais como OSTs de anime...


- x -

39) HYUNA - DON'T FALL APART


As capopeiras básicas quando virem "Don't Fall Apart" aqui: ain, Luneeeei, serio que tu fez um top 40 mesclando Japão e Coreia, cortou um monte de coisas, mas sobrou espaço para uma b-side da HyunA??? As capopeiras básicas depois de ouvirem "Don't Fall Apart": ain, Luneeeei, que hinooooaaarrhhgg! Adoro farofaaaa! Já quero performar isso aqui todo dia enquanto faço faxina na casa! Bobeiras de lado, quem me conhece sabe que sou um grande entusiasta das album tracks da HyunA, pois a cada mini, podemos pescar, ao menos, duas delícias farofeiras como essa. Uma pena a Cube quase nunca gravar mais de um MV pros lançamentos dela, pois isso aqui ficaria ainda melhor num clipe tipo "Hollaback Girl" ou "Bang!". Enfim, Hyuna rainha...


- x -

38) MORNING MUSUME – TAKE A CHANCE


Engraçado que na primeira versão que fiz desse top, acabei recebendo uma porrada de comentários negativos dos fãs do Morning Musume, pois "Take a Chance", segundo eles, não era a melhor representante do grupo em 2012. E então, me infestaram com links de clipes de singles mais enxutos delas, pois todos eram "musicalmente melhores". Bullshit! A grande graça do momusu é, justamente, esse lado mais toscão, com vídeos berrantes para canções exageradíssimas, carregadas de elementos e tudo mais. "Take a Chance" é não só um dos grandes destaques do ano, mas de toda a carreira delas nessa década. Lidem com isso, fãs pedantes...


- x -

37) PERFUME - HURLY BURLY


Essa aqui é tão boa, mas pouca gente na fanbase do Perfume acaba dando o devido valor. Também pudera, né? "Hurly Burly" foi uma das poucas (ou a única?) b-sides da era a não entrar do "Level 3", mesmo sendo um pancadão eletrônico delicioso de escutar. A melodia contínua é ótima, o instrumental que parece ser tirado de um Game Boy Color também, a letra é fácil de pegar, o refrão é grude puro, o modo como as coisas vão se intensificando conforme os versos vão passando é de ralar a xaprosca no chão. Se vocês ainda não conhecem essa maravilha, sugiro darem o play...


- x -

36) GIRLS' GENERATION - PAPARAZZI


Shoujo Jidai <3 Saudades dessa época onde o Girls' Generation era sinônimo de sucesso asiático mundial, com sei lá quantos lançamentos nipônicos, tours e tudo mais. Como a SM conseguiu deixar esse fogo se apagar? Sério, troços como "Paparazzi" encapsulam perfeitamente a sonoridade do grupo e da onda hallyu num geral nisso de Pop fácil, divertido e grudento. A propósito, saudades também dessa época onde o rosto da TaeYeon ainda se movia. Que espanto, não?


- x -

35) ORANGE CARAMEL - LIPSTICK


Eu sei que a maioria de vocês irá chiar por "Lipstick" já ser cortada antes mesmo do top 30. E as reclamações só não serão maiores que as que receberei por nem ter incluído o After School aqui na lista, mas a vida é assim, gente. Pois bem, adoro essa música, adoro o MV, as performances que elas fizeram nos Music Banks da vida e tudo mais. Só que, numa comparação interna com outros trecos do Orange Caramel, "Lipstick" acaba ocupando uma posição não tão alta em seu catálogo, ao menos pra mim. De qualquer forma, grande música. Não vejo a hora da Pledis recriar essa magia com três avulsas do Pristin que, automaticamente, passarão a chamar mais atenção que Pinky, Yuha e Nayoung-cara-de-pudim...


- x -

34) CRAYON POP - DANCING QUEEN


Tá aí outro grupo que tá fazendo falta. De verdade, como conseguiram deixar a magia do Crayon Pop se apagar depois do viral em "Bar Bar Bar", no ano seguinte? Caceta, deveriam ter jogado essas meninas em todos os programas possíveis, tacado mais e mais músicas na cara de todo mundo até que suas imagens ficassem devidamente cravadas no imaginário coreano. Enfim, "Dancing Queen" é uma das tantas ótimas do curto repertório delas. A versão abaixo é a 2.0, do EP que elas lançaram em 2013, sendo ainda melhor por conter uma introdução dramática na chuva...


- x -

33) BOA - THE SHADOW


Isso aqui tá virando a caravana da saudade, né? Tá que a BoA veio com um ótimo single esse ano, além de ter apresentado o Produce 101 piroca vers., mas cadê o comeback "oficial"? Quero ela indo até o chão na TV com farofas tipo "The Shadow", que nem está entre as minhas faixas favoritas dela, mas ainda assim apresenta a BoA em seu melhor lado, com um pancadão Pop/Urban 2000's pra ralar a coxa maravilhoso. É isso aí que nós queremos, SM e avex. Parem de graça com a nossa cara. Btw, não foi o melhor release dela em 2012, mas isso aí fica mais pra frente...


- x -

32) ORANGE CARAMEL - BUBBLE BATH


O LP do Orange Caramel é maravilhoso e traz uma série de músicas que funcionariam bem com qualquer ato feminino, mas ganham ainda mais brilho ao serem interpretadas pelas três toscas. "Bubble Bath", por exemplo, ficaria em casa no repertório do T-ara. Os elementos retrô, os sinais de trot no refrão, tudo ser perfeitamente formulado para soar catchy... Se tivesse rolado MV, com todas as maluquices envoltas do grupo nele, seria um dos ápices da carreira delas. A falta de apoio visual meio que me fez abaixá-la umas dez posições...


- x -

31) GIRLS' GENERATION - T.O.P


Mais SNSD sim, pois 2012 foi um dos anos mais explosivos delas. Os sintetizadores mais ~sombrios~ de "T.O.P" me agradam tanto, ainda mais com essa letra "somos as garotas mais topzeras da porra toda". É algo que estaria em casa no "The Fame", da Lady Gaga, mas cantado em japonês. Pena não ter sido utilizada como single, pois eu adoraria um videoclipe para isso. Se bem que essa é uma reclamação que eu tenho de, basicamente, todo o álbum delas de 2012...


- x -

30) KODA KUMI - NO MAN'S LAND


Aaaaarrrghh, como eu sinto saudades da era "Japonesque"! A Koda soltou tanto coisa legal pra esse álbum que chega a me dar uma certa revolta em ver o tratamento de marketing porco que a avex preparou pro "W Face". Mas vamos voltar pra 2012, quando as coisas ainda eram (musicalmente) ótimas pra ela. "No Man's Land" é um dos números Pop/Rock mais legais de sua carreira. Eu adoro a alternância de vocais aqui, as vezes mais rígidos e provocantes em versos rápidos, outras numa proposta mais melódica bem agradável. Letra bacana, clipe maravilhoso. Um dos pontos altos dela nessa faceta mais séria...


- x -

29) EIR AOI - INNOCENCE


A trilha sonora de "Sword Art Online" é uma das mais bacanas dessa década, com várias e várias faixas retiradas dela conseguindo exprimir o que de melhor há nesse conceito de ~canções emotivas que dão vontade de correr, chorar e sorrir ao mesmo tempo~. Dentre elas, "Innocence" é a minha segunda favorita. Sério, isso aqui é tão bom. A mistura de elementos roqueiros com clássicos orquestrais é arrepiante. A voz forte da Eir Aoi cai super bem nisso tudo. É o pacote otaku completo. Ainda assim, não é a melhor animesong do ano, nem mesmo a melhor de SOA em 2012. Mas disso a gente fala bem mais lá pra frente...


- x -

28) MISS A - I DON'T NEED A MAN


Vocês precisam de um macho? Pois as meninas do miss A não. Na verdade, elas não dependem de ninguém, só delas mesmas. A mensagem de independência passada em "I Don't Need A Man" já pode soar batida para nós, mas ainda é importante para uma cultura tão machista quanto a sul-coreana, onde mesmo artistas femininas têm um prazo de validade e milhões de pessoas estabelecendo até onde elas podem ir ou não. Amo a batida eletrônica inserida aqui, além do tecladinho indo e voltando na casa de notas o tempo todo para marcar o tempo. A melhor do miss A nesse ano...


- x -

27) JOLIN TSAI - DR. JOLIN


Uia, Jolin num top meu! <3 Se é pra juntar os países da Ásia numa lista só de melhores do ano, óbvio que eu abriria uma vaguinha para a deusa boleira de Taiwan, que só não deu as caras com umas 6 faixas do "Play" nos de 2014 pois eu, à época, estabeleci que separaria apenas entre Japão e Coreia do Sul. "Dr. Jolin" é uma bobagem Pop toscamente deliciosa. Na verdade, essa deve ser a música mais Pop entre as Pops desse top. A construção dela é super óbvia, assim como todos os elementos sonoros presentes. No entanto, do que reclamar se o resultado é um jam grudento e provocante ao máximo? Pontos extras pelo videoclipe inigualável com ela batendo uma ultrassonografia no Carlos Dalla Corte e criando a fórmula da cura perfeita com lágrimas de sofrimento e Pepsi. Deusa...


- x -

26) KODA KUMI - BOOM BOOM BOYS


Outro hino rockish do "Japonesque", "Boom Boom Boys" é a Koda piranhando numa balada futurista, se esfregando em todo mundo, tomando bebida do cara que ignora ela, roubando as drags que pediam uns trocados e utilizando pendrives suspeitos para ficar loucaça no banheiro enquanto passam umas filmagens aleatórias de astronautas na tela. Quase uma resposta mais orgânica à excelente "Taboo", de 2008. E levando em conta que "Taboo" é uma das minhas favoritas dela, vocês já sabem o que esperar dessa delícia aqui...


- x -

E essa aí foi a primeira parte. Alguma surpresa? Algum choque com sei lá quem morrendo cedo na lista? Vish.

Na próxima, vamos com as faixas entre 25 e 11, ou seja, aquelas pérolas maravilhosas, incríveis e inesquecíveis, mas que acabaram não entrando entre as 10 mais por pura subjetividade minha.

Spoilers: 10 capopes e 5 jotapopes. Tem um boygroup aí no meio e uma porrada de solistas de ambos os países.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...