sexta-feira, 16 de junho de 2017

Raspa Semanal #15 | G-Dragon, T-ara, NCT 127, uns troços japas e +


E aqui estamos com mais uma raspa semanal, reunindo tudo o que poderia ter aparecido aqui no blog nos últimos dias, mas que acabou não surgindo, ou por falta de tempo deste que vos escreve, ou por acreditar que, sozinhas, tais pautas não renderiam bons posts solos.

Sem mais delongas, vamos lá...

G-DRAGON - UNTITLED, 2014


Resultado de imagem para gif no

- x -

BOLBBALGAN4, 20 YEARS OF AGE - WE LOVED


Particularmente, curti bem mais as faixas que as meninas do Bolbbalgan4 lançaram ano passado, mas não é como se essa ai também não tivesse interessante para o que está se propondo. "We Loved" é uma canção competente. Só que é só isso ai mesmo. Depois que eu terminar esse parágrafo, é bem capaz de eu sequer lembrar que ela existe...

- x -

NCT 127 - CHERRY BOMB


Eu vi vocês enlouquecidos com isso aqui, gritando aos quatro ventos que era a pior merda já lançada na história da música Pop oriental e que preferiam estar mortos a precisarem escutá-la novamente, apenas para eu dar play e perceber que "Cherry Bomb" é só mais uma faixa Hip Hop como tantas outras lançadas semanalmente por grupos masculinos. E nem está tão ruim assim, seus exagerados. A única coisa que me incomoda mesmo é a escolha de sintetizadores ao início, deixando a música num clima tenso totalmente desnecessário e incoerente com a proposta. Depois de 2 minutos ela modula e fica bem legal, até. Mil vezes vocês focarem seu ódio no treco que o G-Dragon lançou num pendrive que solta tinta, que parece estar sendo abraçado com muito mais tolerância pelos capopeiros daqui...

- x -

CHUNG HA - WHY DON'T YOU KNOW (ft. NUCKSAL)


"Why Don't You Know" acabou levando um tempo para colar comigo, visto a mesma ser só mais um desses números genéricos de Dancehall/Tropical House que todo mundo já cansou de lançar do ano passado pra cá. Porém, assim como a maioria desses números genéricos de Dancehall/Tropical House que todo mundo já cansou de lançar do ano passado pra cá, quando bem feitos, costumam me agradar bastante, caso dessa aqui. É bem provável que, daqui uns anos, a Chung Ha olhe pra trás e pense no quão derivativo e sem cores próprias foi esse debut, mas jogar no safe tem seus prós e contras. Curti o clipe fumado, curti a coreografia do bumbum a la Tinashe no início, só não curti tanto o vocal esganiçado que ela colocou em toda a música, pois parece que ela gravou isso com uma dor de barriga inacreditável...

- x -

T-ARA - WHAT'S MY NAME?


Assim como rolou com o Sistar há duas semanas, eu também gostaria de ter mais a falar da "despedida" do T-ara. Mas não tenho muito a discorrer sobre isso além de que essa é uma faixa divertida e agradável, com um ótimo refrão, e que o MV com referências às duas meninas que já saíram é bem bonito e interessante de assistir. Fica ai um belo "vai tomar no cu" pra MBK, que resolveu adiar esse comeback final para promover o DIA e acabaram ficando sem a formação original. Mas enfim, esse ai é o fim do T-ara ou elas ainda irão se reunir em outra gravadora quando o contrato atual terminar? Se souberem, me avisem...

- x -

MONDO GROSSO - LABYRINTH


Eu tinha reclamado no post do Wednesday Campanella sobre o Japão estar meio paradão esse ano. Bom, meu protesto fez efeito e, aleatoriamente, tivemos uma porrada de lançamentos nipônicos ÓTIMOS nos últimos dias. Um deles é o mais recente LP do produtor Mondo Grosso, que deu uma de Mark Ronson e chamou um monte de gente para colorações, juntando tudo num álbum só, o "Reborn Again and Always Starting New". A faixa que está sendo usada para promovê-lo é essa parceria com a Mitsushima Hikari, "Labyrinth". Adorei a pegada mais melancólica em toda ela, que funciona mesmo com um arranjo uptempo. Adorei também o clipe com a Hikari dançando em plano sequência num mercado de rua - não duvido nada que tenha sido inspirado nas produções do já citado Wednesday Campanella...

- x -

FAKY - SOMEDAY WE'LL KNOW


As meninas do Faky também soltaram um EP surpreendentemente bom, o "Unwrapped", explorando uma veia eletrônica bem interessante ainda não tão visitada pelo grupo. "Someday We'll Know" nem chega a ser a melhor do mini-álbum ("Bad Things" e "Keep Out" chamam mais a minha atenção), mas ainda assim, é mais uma canção acima da média e com um videoclipe excelente vindo de um ato japa...

- x -

AI - JUSTICE WILL PREVAIL AT LAST


Por fim, o álbum duplo da AI, "Japanese vs. Western", está TÃO BOM que me dá até uma gastura de só termos esse PV feito em 8-bits para divulgá-lo no YouTube. Ela dividiu ele em duas partes, com a primeira sendo cantada em japonês e recheada de elementos eletrônicos e folclóricos tipicamente nipônicos, e a outra em inglês, com uma pegada mais internacional. Sério, escutem esse LP, pois é uma das coisas mais legais lançadas esse ano até então. O review virá em breve...

- x -

E é isso ai por essa semana, meus caros. Estive um pouco ausente nos últimos dias, pois estava ocupado com provas e trabalhos de final de período na faculdade. A boa notícia é que continuo invicto, com incríveis notas altas em todas as matérias desde 2014. Agora, só me preocupar com a monografia e depois formatura... \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...