quarta-feira, 31 de maio de 2017

TOP 40 | As melhores faixas do K-Pop em 2013 (40ª até 26ª)


Estive num consultório psiquiátrico dias atrás e a médica que me atendeu foi bem categórica após ler todos os exames que fiz e me escutar por algumas horas: sou viciado em fazer tops. Sim, meus caros, isso é um caso sério, preciso de tratamento, mas a droga que encomendaram para mim demorará mais ou menos um ano para chegar aqui.

Então, é bem provável que, além desse top relembrando os melhores capopes de 2013, eu faça também uma versão com os jotapopes daquele ano ("Level 3" <3) e volte ainda mais na linha do tempo, falando de 2012, 2011 e etc. A culpa não é minha se esses medicamentos demoram para chegar, certo?

Mas bobagens de lado, vamos aproveitar esse período do semestre em que a minha faculdade fica turbulenta demais para que eu consiga me dedicar a posts quentes e soltar essa pauta atemporal. Afinal, relembrar é viver.

Antes de tudo, vale ressaltar que essa lista é feita tomando como critério único e exclusivo o meu mau gosto pessoal. Se vendeu bem ou não, se ganhou troféu no Music Bank ou não, tanto faz. A propósito, dessa vez eu quis ser ainda mais criterioso e qualquer resquício de vontade que eu tivesse em cobrir o máximo possível de atos nessa lista foi cortado. O que quer dizer que algumas faixas, mesmo que bacaninhas, acabaram morrendo na praia para que eu incluísse ainda mais b-sides e album tracks que eu costumo escutar com maior frequência, mesmo que tais artistas já tivessem aparecido três ou quatro vezes no ranking. Pois é...

Enfim, façam suas apostas, preparem seus corações para vários clichês e seus olhos para cores exageradíssimas. Eu sou Lunei Parlatore e o Disc MTV está no ar!

RIDÍCULA CITAÇÃO ESPECIAL: APINK - NONONO



O grande problema com o Apink, além de serem as """responsáveis""" por hitar novamente essa estética aegyo pueril pedo bear na Coreia, é o repertório delas seguir essa linha bobagenta totalmente pasteurizada, sem cor, sem tempero, redonda demais, nada ousada. De tudo o que elas já lançaram, talvez Hush seja a menos ruim, mas particularmente, tenho um certo apreço por "NoNoNo", que é bem gostosinha, agradável e até grudenta. Tal apreço não é o bastante para eu queimar uma posição, mas vale a citação. Se isso fosse um começo de trajetória e o Apink evoluísse a partir dai, provavelmente seriam um dos melhores grupos da atualidade. Só que o som delas acabou estacionando nessa linha, com nada conseguindo se aproximar da descontração colocada aqui. Uma pena. Mas fica ai pro team aegyo o que de mais próximo deve ser alguma aparição do Apink numa lista de melhores do ano da blogosfera pedante fundo de quintal... *o*

- x -

40) TAHITI - LOVE SICK


Agora sim, vamos falar sério. Uou, que música boa essa do Tahiti, não? Eu não tenho a mais remota ideia do que elas estão fazendo atualmente, se o grupo ainda existe ou mesmo se ela lançaram mais algo depois de "Love Sick", mas permanece a lembrança de um electropop bem feito, gostosíssimo e que seguia bem o estilo sonoro que se associou ao T-ara à época. Tanto que em comparação com o que outros atos de menos relevância da própria MBK lançaram em 2013 (Jewerly e 5dolls morreram na praia e nem aparecerão aqui, lamento), isso está razoavelmente melhor e com um replay factor bem mais alto. Vitória da farofa...


- x -

39) F(X) - SHADOW


O "Pink Tape" é um álbum tão divertido, tão gostoso, tão recheado de faixas memoráveis e diferentes entre si que eu me pego escutando ele quase que semanalmente. Algumas faixas dele aparecerão até o fim desse top, mas creio que "Shadow" deve ser a mais estranha entre as escolhidas. Eu honestamente consigo imaginar isso aqui como OST de algum anime escolar weird de comédia como "Azumanga Daioh" ou "Mitsudomoe", tamanhos são os ícones que ficam naquele limite entre o fofo e o bizarro oriental. É tudo tocado e cantado de uma maneira bem açucarada, mas a letra fala sobre uma stalker bizarra que persegue o oppa como se fosse a sombra dele. Bisonho, mas de uma forma purpurinada...


- x -

38) 9MUSES - DOLLS


Olha, me dá até uma dor no peito com o fato do 9MUSES não ter hitado, mesmo com um 2013 tão bom, tão bem trabalhado, com canções tão acima da média e um line up tão on point (três gatas com vocal bom, duas rappers excelentes e oito meninas com a beleza acima do comum). Talvez, algumas coisas só não sejam para acontecer mesmo. É a vida. Bom, se algo como "Dolls", que é um número Pop/Funk maravilhoso, suingado e de refrão explosivo, acaba sendo considerável "menor" entre tudo o que elas lançaram naquele ano, imaginem o que ainda está por vir não só nessa parte, mas nas próximas...


- x -

37) 4MINUTE - WHAT'S YOUR NAME?


Eu sei que a maioria de vocês e até dos fãs mais xiitas do 4MINUTE tem uma certa implicância com o período que elas foram produzidas pelo Brave Brothers, e até entendo isso, já que, em comparação, o que elas fizeram com o Shinsadong Tiger é BEM superior, mas "What's Your Name?" é tão gostosa, gente. Adoro essa confusão de sintetizadores ~alienígenas~ rolando na backtrack, assim como a interpretação vocal fierce delas e todos os momentos catchy bolados. No fim, é uma ótima faixa e vocês que são chatos, bobos e feios...


- x -

36) GIRLS' GENERATION - XYZ


Outro grupo que veio com um ótimo álbum em 2013 foi o Girls' Generation. O "I Got a Boy" é recheado de faixas Pop chicletes, divertidas e que transmitem uma aura colorida deliciosa. Dentre as tracks não trabalhadas como single, a que mais me agrada é "XYZ", uma farofa assertiva nos sintetizadores e cheia de ganchos interessantes. Poderia ter rolado um MV com elas pagando de modelos futuristas gostosas enquanto narram o quanto a relação delas com o oppa não era abc e sim xyz, ou mesmo algum live na TV. Infelizmente, "XYZ" ficou para escanteio, é...


- x -

35) T-ARA N4 - JEON WON DIARY (ft. DUBLE SIDEKICK & TAE WOON)


ESSA BOSTA!!!! Honestamente, eu meio que passei batido das tretas do T-ara com a tosca da Hwayoung um ano antes, só vindo a me aprofundar no assunto esse ano, quando a embusteira foi exposta na internet para todo mundo ver. Então, "Jeon Won Diary", além de me conquistar por ser uma farofa ri-dí-cu-laaaaaaa, cafona pra caralho, com uma dancinha impagável e, por isso mesmo, maravilhosa, acaba ganhando bonus points em relevância por isso ai ser lançado por uma sub-unit com as três bulinadoras mórs e Ahreum-x9-que-escolheu-a-panelinha-correta e a letra ser, basicamente, um foda-se para todo mundo que estava hateando elas. Rainhas...


- x -

34) GIRL'S DAY - EXPECTATION


"Expectation" estar aqui é nada mais que fruto de uma magia negra lançada por SOWON XIITA, que ficou tão puto com os meus comentários negativos quanto ao Girl's Day no post de I'll Be Yours que me amaldiçoou, fazendo eu me encantar pelo "uh uh uh uh uuuuh uh uh uuuh uh uh" disso ai e desenvolver uma vontade louca de sair pulando quando a bridge passa e elas começam a gritar que nem uma descontroladas. Eu vou te matar, Sowon Xiita...


- x -

33) BROWN EYED GIRLS - KILL BILL


Essa aqui é tão boa, mesmo que demasiadamente "simples" quando colocada lado a lado com o resto do repertório do Brown Eyed Girls. O instrumental mais orgânico tocado com bastante força, transmitindo uma clima que é tenso, mas também é animado, é empolgante de escutar. Fora que o MV é disparado um dos melhores do ano. Como o Tarantino ainda não convidou a Gain para participar de algum filme dele com ela bem louca num diálogo em coreano por vinte minutos ininterruptos antes que a ação começasse a acontecer de verdade, com muito sangue espirrando na nossa cara e vários plágios absurdos?


- x -

32) MBLAQ - SMOKY GIRL


Foram poucos os lançamentos masculinos que realmente prestaram em 2013. E enquanto vários e vários nomes bem grandes serão totalmente ignorados nessa lista, o primeiro boygroup a pintar por aqui é o MBLAQ. Assim como o Tahiti ali em cima, não tenho ideia se eles ainda existem ou se lançaram algo depois dessa aqui, mas "Smoky Girl" já fez jus a todo o investimento no grupo, sendo um Dance/Techno com uma guitarra funkeada aparecendo para dar forma a todo o pacote. Boybands lançando farofa datada >>> boybands lançando besteiras try-hard...


- x -

31) RANIA - JUST GO


Outro desses casos da indústria onde o grupo está apenas fadado a não acontecer, mesmo com investimento, boas músicas e apoio de nomes grandes, é o Rania. Porra, o que houve? A Coreia apenas ignorou isso aqui enquanto fazia o Apink acontecer? Que bizarro. O refrão de "Just Go" é tão legal e toda a estrutura da música é tão boa. Vai entender...


- x -

30) 9MUSES - TIME'S UP


Assim como a das soshis mais acima, "Time's Up" foi uma música deixada apenas como album track do excelente "Prima Donna", LP assinado pelo Sweetune para as 9MUSES. A parceria da dupla com o grupo rendeu tantos hinos nesse molde "Infinite" que me dá até indigestão em saber que boa parte do público capopeiro sequer sabe que eles existem, já que a preguiça de escutar álbuns inteiros nesse nicho é bem grande. Que refrão excelente, bicho...


- x -

29) IU - EVERYBODY HAS SECRETS (ft. GAIN)


Ainda outro álbum acima da média que saiu em 2013 (sim, foi um ano bom em LPs) foi o "Modern Times", da IU. Nele, a rainha com trauma de lolita mesclou sei lá quantos gêneros musicais dos tempos modernos, como Jazz, Bossa Nova e muito mais, de um modo que tudo soasse bastante Pop e coerente dentro da linha proposta. Eu poderia sem nenhum arrependimento colocar cada uma das faixas aqui, pois todas são muito boas, mas das que escolhi para ilustrar, começarei por "Todo Mundo Tem Segredos", parceria com a Gain cantada quase toda de modo sussurrado enquanto rola um batidão latino por trás. Onde a Loen estava com a cabeça de não lançar um MV pra isso aqui? Poderia ser um dos pontos altos da carreira de ambas as artistas...


- x -

28) SPICA - TONIGHT


Queria entender o porquê de ser tão difícil girlgroups apostarem nessas faixas Pop/Rock para encerrar show em estádio, com todos levantando os bastões coloridos, celulares ou sei lá mais o que. Esse ano rolou "Knock Knock", com o Twice, em 2014 foi "Hair Short", do Wings e em 2013 ganhamos "Tonight", do Spica. Alguém se lembra de mais alguma? Uma pena, pois é uma alternativa que me agrada bastante. Falando no Spica, que morte horrível, não? Coreanos não tem coração...


- x -

27) T-ARA - NUMBER 9


"Number 9"  Essa fórmula do T-ara de misturar ItaloDisco com trot acabou sendo elevada prum outro nível em "Sexy Love", com as coisas ficando mais pro lado farofeiro que pro comportado ou retrô. Coincidentemente, isso casou exatamente com o momento em que a sonsa foi expulsa. Coincidentemente também, essa música aqui fala sobre um ~número nove~ que fez muito mal e partiu o coração delas. Coincidentemente novamente, a tosca lá foi a integrante número nove do grupo. Logo, SEGURA ESSA DISS TRACK...


- x -

26) CHOCOLAT - BLACK TINKERBELL


Escutar "Black Tinkerbell" hoje em dia após ler a entrevista da Melanie ao Kpopalypse/Asian Junkie, com ela jogando no ventilador toda a merda envolvendo a empresa do ChoColat, o racismo, a xenofobia e o sentimento de objetificação que ela e as outras meninas passaram, é um misto de raiva e alegria. Raiva por a indústria e as pessoas grandes envolvidas com entretenimento coreano serem tão doentias. Alegria porque, de certa forma, esse foi o momento onde as integrantes do grupo tiveram mais liberdade criativa em todo período que estiveram em atividade (e por "liberdade criativa", entendam como "poder decidir a maneira que iriam cantá-la"). E também porque "Black Tinkerbell" é uma midtempo eletrônica dark-sensual-introspectiva linda...


- x -


E para essa primeira parte, é o que temos. Alguma surpresa positiva ou negativa? Chocados com T-ara e Girl's Day morrendo já nessa primeira parte? Vish.

Na próxima, vamos com as faixas entre 25 e 11, ou seja, aquelas pérolas maravilhosas, incríveis e inesquecíveis, mas que acabaram não entrando entre as 10 mais por pura subjetividade minha.

Spoilers: 2 faixas de boygroups, 6 de solistas e 7 de girlgroups.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...