domingo, 21 de maio de 2017

Em 'Love', DEAN se junta com a Syd, do The Internet, para um pagodão maravilhoso


E ai que o DEAN, rei da fatia hipster do K-Pop, está de volta com mais uma daquelas colaborações maravilhosas que acabam sendo proveitosas em quesito de notoriedade para todos os envolvidos - e também para os ouvintes, já que, quase sempre, tais faixas são muito bem executadas.

Dessa vez, ele se juntou com a Syd, solista americana, DJ e vocalista da banda The Internet, num amálgama de Hip Hop, Pop e Bossa Nova delicioso. Confiram ai o MV de Love...



Por algum motivo aleatório que eu jamais entenderei, baseado nos feedbacks de vocês ano passado quando coloquei Pour Up em #17 lugar no meu top de 2015, Shut Up And Groove em #11 e And July em #04 no top 2016, além de comentários no Twitter e em outras mídias sociais, me parece que o público ~geral~ que escuta capope por aqui acaba não tendo tanto afinidade com esses números mais "alternativos", com Hip Hop, Soul e derivados que os artistas não-idols lançam por lá. Mas que bobagem, gente.

Confesso que eu mesmo sou mais ligado nos produtos feitos sob medida pelas empresas, moldados de forma a nos agradarem, com canções milimetricamente planejadas para serem grudentas e todo o demais pacote idol. Afinal, é isso o que me atrai ao K-Pop. Porém, quando coisas mais "orgânicas" surgem e elas são realmente boas, com replay factor e divertidas de escutar, não tem motivos para eu não jogar confete em cima.

E olha, "Love" está MUITO boa.

Do instrumental inspirado no que os gringos acham que é popular aqui no Brasil (eu fico imaginando o choque quando alguém de fora vem aqui e descobre que quase ninguém mais escuta Bossa Nova) ao delivery vocal de ambos, com o timbre mais malemolente - e lindo pra caralho - da Syd servindo de contraponto pra interpretação mais R&B do DEAN, do MV mais experimental aos "I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, I Know, aaaaaaaaahnn" grudentíssimos, tudo me agradou aqui.

Honestamente, é o tipo de coisa que eu acabo colocando na playlist do meu celular e que deve continuar por lá ao longo de todo o ano. Se isso vai resultar numa posição bem alta no meu top 2017? Sei lá, mas eu acho melhor o K.A.R.D se cuidar, viu...

a capa satânica
O mais engraçado disso tudo é que acabei tomando conhecimento sobre essa música não pelos meios relacionados ao asian pop, sim pela galera que sigo que costuma comentar sobre Pop e alternativo ocidental, já que tanto a carreira solo da Syd quanto o trabalho dela com o The Internet ano passado acabaram chamando bastante atenção desse público.

Ou seja, o DEAN, mesmo sem demonstrar um esforço tão aparente, quase que de maneira natural, está chamando mais atenção internacional que, por exemplo, a CL, cujo debut americano ~~~~oficial~~~~ é adiado a cada fracasso comercial. Curioso, não?





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...