sábado, 18 de março de 2017

TAG | O definitivo ranking das girlbands coreanas (segundo esse blog)


Uou, estou bem jovem, bicho! Tanto que, de dezembro pra cá, esse já é o terceiro post de tags a rolando aqui no blog. Para melhorar, dessa vez, sou eu mesmo quem está começando essa delícia.

Pois bem, eu e o coleguinha millennial Adriano, o 9nho do The Misconceptions Of Me, maknae da blogosfera-capopeira-fundo-de-quintal, resolvemos nos juntar para criar os nossos próprios rankings de girlgroups baseados no modelo da revista coreana Sports Chosun.

Não estão entendendo nada? Explicarei. Durante um tempo, a redação dessa revista, por algum motivo que ninguém nunca questionou, resolveu listar quais os grupos femininos mais estáveis/influentes da cena Pop sul coreana, separando-os em categorias de títulos plenamente respeitáveis, como "parede inquebrável", "linha da popularidade magnética" e por ai vai.

Entretanto, como não temos por aqui nenhum meio de medir a audiência e a opinião do coreano médio, resolvemos quaisquer critérios de relevância e montar uma lista partindo única e exclusivamente do nosso gosto pessoal... *O*

Então, será que as suas favoritas pegarão uma posição alta? Será que grupos de alto escalão e campeões em vendas acabaram morrendo na praia para que atos explosivos como Pocket Girls, Six Bomb e Vividiva brilhassem? Será que eu realmente O-D-E-I-O o Red Velvet com todas as minhas forças? Essas e outras dúvidas serão sanadas se vocês clicarem ai no "continuar lendo", conferindo o ranking definitivo de girlbands coreanas (de acordo com esse blog, btw):

CÉU

4MINUTE | KARA | Wonder Girls



Resolvemos separar duas categorias especiais como adendo à lista para que grupos que já não estão entre nós pudessem ser lembrados. Aqui, aparecem aquelas que realmente fazem falta, já que foram, de certa forma, ~especiais~ para esse que vos escreve.

No caso, o 4MINUTE foi o meu primeiro contato com o K-Pop entendendo que aquilo era K-Pop, em 2010, com "I My Me Mine". Isso pois, antes, eu já havia escutado coisas de outros grupos, mas achava que fosse J-Pop. Nisso ai, entra o KARA, que me fez rebolar muito a bunda com "Mister" e tiveram uma das melhores "singlegrafias" desse nicho. Já o Wonder Girls, bom, sua discografia é excelente, acima da média e fez com que esse fosse o meu ato oriental favorito por muito tempo.

- x -

PAREDE INQUEBRÁVEL

F(x) | EXID

(Escalando: AOA)



Na Parede Inquebrável (hahahahaha, esse nome ridículo) estão aqueles grupos que, em minha cabeça, são os melhores entre os melhores, os mais interessantes e que me fazem esperar ansioso comeback a comeback, pois tenho plena certeza de que virão canções ótimas, que me entreterão por muito tempo e, por conta de uma bela sequência de acertos, me tornaram biased.

O F(x) deve estar nesse posto desde, sei lá, 2013, quando lançaram o ótimo "Pink Tape". De lá pra cá, ainda mais acertos, vindo numa crescente com o excelente "Red Light" e o espetacular "4 Walls". Somem isso ao carisma hediondo das integrantes, suas carreiras solo bastante competentes e todo o ar "orgânico" envolvendo o quarteto, mesmo esse sendo um idol group, e temos o possível melhor ato coreano dos últimos tempos em atividade.

Já o EXID acabou entrando nessa recentemente, ao lançarem o "Street". As cinco integrantes são maravilhosas e detêm algo que torna meu favoritismo completamente justificável: originalidade. Dá para saber quem é quem tanto no âmbito visual quanto no sonoro, algo difícil nesse meio. Juntem isso com os sei lá quantos singles deliciosos lançados entre 2012 e 2015 e com o recente LP, também ainda com o fato de existir um ar "artístico" em tudo o que envolve o quinteto, sempre em parceria com o produtor Shinsadong Tiger. Prontinho, aqui está outro entre os possíveis melhores atos coreanos em atividade.



Correndo por fora e tentando chegar no primeiro escalão está o AOA, que muito me agrada e não errou em nadinha em seus lead singles de 2014 para cá, que variam entre "guilty pleasures farofeiros" e "bons de verdade". Fora que a Jimin sozinha já é um acontecimento de proporções intergalácticas. A única coisa que me impede de colocá-las ao lado do F(x) e do EXID é a ausência de um álbum coreano realmente empolgante. No Japão elas já tem, pelo menos. Vamos ver se ano que vem isso ai muda.

- x -

ELEITORADO NACIONAL

T-ara | Crayon Pop

(Quase lá: Stellar)



Nessa leva aqui estão outros grupos realmente muito bons, com discografias acima do normal, que quase nunca decepcionam e possuem vários e vários hinos para chamarem de seus. Entretanto, por pura subjetividade minha, acabam não se igualando aos do escalão de cima.

E é interessante também notar que tanto o T-ara quanto o Crayon Pop são defensoras massivas do "Pop-Asiático-Estranho" que eu tanto amo. As primeiras, com canções que variam entre o italo-disco/trot e o EDM para ralar a bunda no chão, as outras, com números disco ou "eletrorocks" grudentíssimos acompanhados de MVs divertidos.


Tentando uma vaguinha no segundo escalão está o Stellar, que resolveu apostar na "vulgaridade proposital" de modo a incomodar o público em "Vibrato", tudo planejado como forma de debochar das reações hipócritas recebidas pelos clipes de "Marionette" e "Mask". Se elas manterem o ritmo como fizeram ano passado, com as ótimas "Crying" e "Sting", feitas com a contribuição financeira dos fãs, certamente conseguirão. Rainhas indie mesmo, bicho.

- x -

HIGH SOCIETY

Girls' Generation | Brown Eyed Girls | Orange Caramel | 9MUSES | Lovelyz | Oh My Girl | Mamamoo

(Decaindo: Red Velvet)



Aqui, temos aquela galera que eu amo, que sempre desperta a minha atenção, que é sensacional e, de maneira descompromissada, sempre me rende bons momentos. Porém, em comparação com as de cima, acabam não atingindo patamares tão altos assim em minha cabeça.

E isso acontece por diferentes motivos. Por exemplo, O Girls' Generation, o Brown Eyed Girls, as Orange Caramel e 9MUSES já tiveram os seus momentos de ápice, mas foram enfraquecendo um pouquinho com o tempo. Quer dizer, a última coisa que realmente curti das soshi foi "I Got a Boy", de 2013, o quarteto da Gain teve um puta comeback em 2015, mas acabaram sumindo depois disso e os dois últimos... O Orange Caramel e o 9MUSES ainda existem?

Lovelyz, Oh My Girl e Mamamoo estão ai na ativa, sempre lançando coisas que nivelam entre o bom e o ótimo (os três apareceram no meu top 2016, inclusive com "Windy Day" em #3), mas é tudo questão de comparação e, nisso, prefiro as que estão listadas acima.



Quem tá se fodendo mesmo é o Red Velvet. Elas tiveram seu grande momento em 2015 e, de lá pra cá, apenas decaíram. E digo isso mesmo tendo começado a aceitar calmamente "Russian Roulette" e "Lookie" apenas pela piada, já que elas são bem fracas quando colocadas ao lado de troços como "Automatic", "Dumb Dumb", "Ice Cream Cake" e toda a tracklist do "The Red". Melhorem, garotas, ou serão rebaixadas...

- x -

NÍVEL DA MANIA

Twice | CLC | GFriend | Ladie's Code | Fiestar | Sistar | After School | Dalshabet | 4TEN | RaNia | miss A



Aqui é a farofa, né. Todos esses girlgroups ai não chegam a me despertar qualquer curiosidade sobre o que lançarão em seguida. Logo, se soltarem boas faixas, fico no lucro, se vierem bombas, minha vida segue normal, como se eu nunca tivesse escutado.

Quer dizer, alguém realmente esperava que o Dalshabet fosse lançar uma "Someone Like U" da vida ano passado? O ruim disso é que, por vezes, eu acabo esquecendo que essas existem, tipo enquanto eu estava montando o top 40 de melhores do ano passado e totalmente esqueci que "I Like That" era a delícia que é.

As que, timidamente, estão começando a se destacar nesse punhado são as meninas do Twice, já que me viciei tardiamente em "TT" e adorei "Knock Knock", e as do GFriend, já que encarnaram a aura dramática do KARA sem dó nem piedade. CLC, 4TEN e Ladie's Code tem melhorado cada vez mais, mas ainda tem muito chão pela frente para que sejam identificáveis como grupo e não só por músicas isoladas.

- x -

LINHA DA POPULARIDADE MAGNÉTICA

April | Apink | Secret | Sonamoo | Girl's Day | Hello Venus



Essa parte é polêmica, mas vamos lá. Aqui, ou eu não genuinamente não consigo gostar dos grupos, ou eu já gostei um dia, mas eles decaíram tanto que, hoje, peguei raiva.

Na primeira definição está o April, que só lança o tipo de merda que elevaria a trilha sonora de Backyardigans ao status de "obra prima" sem nem pestanejar, o Secret, que não tem nada que preste em sua discografia (foi mal, mas nem "Poison" cola comigo), o Apink, que lança a mesma música com pequenas variações todo ano (só "NoNoNo" funcionou comigo e isso nem é algo que eu me orgulho, btw), e Girl's Day, que eu sei que muitos de vocês adoram, mas escutar eu só escuto mesmo "Something".

Já o Sonamoo teve um debut ótimo e um comeback ainda melhor, mas morreram musicalmente e conceitualmente ao deixarem o girlcrush de lado e virarem aegyo numa tentativa falha de atrair público. Ooh, e o Hello Venus só prestava quando lançava trasheiras que funcionavam pela piada, pois ao se levarem a sério, não demonstraram nenhuma criatividade sonora.

- x -

CANDIDATAS FUTURAS

Cosmic Girls | Brave Girls | Dreamcatcher | Berry Good | Loona | BLACKPINK | Gugudan | Bulldok | DIA



Essa parte deve ser a mais fácil de explicar. Levando em conta que o Brave Girls e o Dreamcatcher foram totalmente reformulados entre o ano passado e esse, todos esses grupos são recentes demais para que eu tenha alguma opinião fixa formada em minha cabeça.

A maioria ai lançou coisa boa, com um destaque especial para o Cosmic Girls e para o Bulldok pegando #10 e #08 na minha lista de melhores de 2016, mas o tempo dirá mais sobre elas. Pode ser que todas degringolem, ou mesmo que o BLACKPINK e o DIA deem a volta por cima, parem de lançar merda e se tornem as donas do meu rabo nos próximos meses, vai saber?!

- x -

INFERNO

2NE1



Fechando os trabalhos está o outro adendo desse ranking. Se lá em cima temos o heaven, onde os girlgroups que fizeram por merecer aproveitam a eternidade em graça, no fundo do poço temos o hell, local onde aquelas que foram demasiadamente preguiçosas e não fizeram direito o que deveriam fazer em vida pagam com dor seus pecados imperdoáveis.

O 2NE1, por exemplo, tem uma discografia que não apenas é curta demais para um grupo com a quantidade de tempo que teve, mas com um aproveitamento ínfimo desta, que é quase toda estragada por cafonices desmedidas, excesso de pedantismo e uma profunda falta de criatividade. Fazer o que?

- x -

Imagem relacionada

E é isso ai, meus caros. Vocês devem ter notado a ausência de alguns grupos, mas se eles não estão ai é por, francamente, eu não dar muita bola para eles. Exceto pelo Spica e pelo Rainbow, que acabaram não entrando em algum dos adendos por eu não achar elas nem tão boas quanto as do Céu, nem tão ruins quanto o 2NE1 para queimarem no Inferno. Aah, e o I.O.I vai ficar em hiato por 4 anos, então não sabia onde colocá-las, ai ignorei que existem. rs

No mais, para dar continuidade, indico o meu ríval amigo Carlos Dalla Corte, do blog Delírios da Madrugada, para participar da tag. Será que ele vai topar ou me deixará com cara de tacho?

Confiram também o post do Adriano lá no blog dele e, claro, deixem ai nos comentários como ficariam os seus rankings para compararmos... ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...