sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Com 'I Got Love', TaeYeon é confirmada como o ato mais genérico da SM Entertainment ❤


A TaeYeon é um caso estranho em minha cabeça. Gosto do vocal dela no Girls' Generation, pois ao lado do da Jessica enquanto no grupo, sempre foi o timbre que mais se destacou e, consequentemente, tornou-se diferenciado em meio a tantos outros nas linhas. Porém, as canções que ela lançou como OST para doramas ao longo desses anos nunca me chamaram muita atenção, soando sempre como variações tímidas de uma fórmula bastante genérica.

Quando ela debutou com I, até achei que essa vibe "power ballad" fosse se tornar uma marca de seu som, mas a fantasia meio que morreu já no primeiro comeback, com Rain migrando pruma vertente mais R&B. Meses depois, um novo mini-álbum e, claro, uma nova fronte musical ao ataque: o tropical house de Why, que ficou em décimo terceiro lugar na minha lista de capopes favoritos do ano passado. Como se já não fosse o bastante, a ala ~de humanas~ ganhou uma trilha sonora ao violão em 11:11.

E enquanto toda essa viagem, até então, não havia entregado nenhum single de fato ruim - alguns apenas foram esquecíveis -, agora que a SM resolveu usá-la numa midtempo em sexy concept, temos aqui a primeira música genuinamente horrível vinda da líder soshi. Confiram ai o MV de I Got Love...



Como diria Jack: vamos por partes.

O que mais me irrita em "I Got Love" musicalmente falando é ela prometer algo, mas não entregar. Os versos são colocados de maneira crescente por cima de uma base minimalista que tem na percussão seu maior brilho, até que chega no que deveria ser o pré-refrão, entoado por ela de maneira etérea, algo que é reforçado pela soma de sintetizadores eletrônico, fazendo com que o instrumental vá aumentando, aumentando, aumentando e aumentando até que... Broxe.

O que deveria ser o refrão, simplesmente, não existe. Em seu lugar, aparece apenas uma base de acordes tentando ser "misteriosamente sensual" mais fraca que kissuco de padaria. É como uma masturbação interrompida: não há ápice.

Aproveitando o engate honorífico, outra coisa me irrita nisso tudo: assistir 3 minutos da TaeYeon com cara de "queria estar morta" não é sensual, meus queridos. E nem tem a ver com o fato de ela ter exagerado tanto nas plasticas e parecer um manequim inexpressivo, sim com a naturalidade de executar o que se está propondo.

Comparem com isso...



Isso...



Isso aqui...



E isso...



É nítida a falta de traquejo para executar tal conceito da parte dela. Mil vezes melhor seria se tivessem mantido a onda teen do mini-anterior ou a estética mais introspectiva exposta nas ballads, pois isso ai ficou constrangedor demais.

No mais, é uma pena. "I Got Love" é a pior canção lançada pela TaeYeon, não acerta em nada e apenas expõe o desespero da SM Entertainment em explorar sua galinha dos ovos de ouro de todas as maneiras possíveis.

Foi mal, sones.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...