sábado, 7 de janeiro de 2017

Raspa Semanal #1 | S.E.S, April, Varsity, eSNa, TopSecret e +


Ano novo, coluna nova. O dia a dia de quem escreve blog é sempre cercado de culpa por não poder palpitar sobre tudinho o que gostaria dentro do assunto escolhido como editoria central.

Visto isso, decidi que, semanalmente, espero eu, irei reunir num post só uma cambada de músicas e videoclipes que saíram, mas que, seja por falta de tempo, empolgação ou por achar que tais grupos ou artistas escolhidos acabariam não gerando assunto o suficiente para posts isolados, acabaram não sendo comentados ao longo dos dias.

Introduções feitas, cliquem abaixo para ler meus pitacos, separados do de pior qualidade para o de melhor...

VARSITY - U R MY ONLY ONE



UPDATE: Alterei algumas informações nesse parágrafo, pois peguei o conteúdo de uma fonte errada antes. 

Uou, que bosta. Esses ai são os meninos do Varsity, que é um grupo novo de 12 caras, sendo 7 deles coreanos e 5 chineses. Para quem usa o Twitter, vocês devem ter visto as Army levantando hashtag em apoio ao debut momentos antes de soltarem o MV no YouTube.

Enfim, por essa "U r My Only One", já dá pra ver que esse foi mais um daqueles casos onde se descabelam demais por um grupo que ainda não debutou, acreditando que eles soltarão faixas que mudarão vidas e darão sentido ao universo, mas, na verdade, o resultado final é bem fraco e abaixo da média, semelhante ao que aconteceu com o Astro e com o NCT U.

- x -

APRIL - APRIL STORY



O April deve ser um dos piores grupos coreanos da atualidade. Absolutamente nada na discografia delas se salva, nem pela piada. Não é a toa que várias integrantes já pularam fora da formação original, tamanha é a vergonha alheia com tudo o que elas apresentam.

"April Story" é apenas mais uma faixa inespecífica em meio a tantas outras de grupos white aegyo. Não chega a ser agressivamente ofensiva, tal como Tinker Bell e Dream Candy, mas o efeito geral após escutá-la é não mais do que um profundo tédio.

- x -

INA - RAINBOW



Eu não tenho a mais remota ideia de quem é essa tal "INA", mas o teen Pop 80's descompromissado dela em "Rainbow" é bem gostosinho de escutar. Confesso que tudo ficaria melhor se os produtores tivessem mergulhado mais na referência oitentista em vez de inserir elementos eletrônicos dessa era aqui e ali, mas, ainda assim, é uma canção bastante agradável.

- x -

MIXX - LOVE IS A SUDDEN



O MIXX já tinha mandado bem com esse R&B/Pop a la Mariah Carey e Jennifer Lopez nos anos 2000 ano passado com a ótima Oh Ma Mind, agora elas estão de volta para flopar mais com a mesma sonoridade em "Love is a Sudden". Esse é aquele tipo de música que vai acabar passando despercebida dos que não pegaram aquela época, pois as referências não existirão, não ativarão a zona da nostalgia na cabeça e etc. Eu, como sou velho, adorei.

- x -

DAVII - NAVIGATION (ft. HEIZE)



Essas canções de solistas carregadas num instrumental Hip Hop dos anos 90, mas com uma interpretação vocal mais melódica, tem cada vez mais chamado a minha atenção. No caso, o Davii (alguém sabe de onde ele veio?) ganhou ainda mais pontos ao se juntar com a Heize nessa "Navigation". Eu curti.

- x -

JESSI E UNS CARAS - K.B.B



Agora, se vocês preferem um K-Rap mais agressivo, a Jessi se juntou com uns manos prum desses números try hard que, por incrível que pareça, acabou não sendo um lixo completo e me conquistando. Talvez pelo refrão grudento, ou por a Jessi estar cada vez mais parecendo uma boneca de cera pelo exagero nas plásticas, sei lá.

- x -

ESNA - ATTENTION



Que linda a eSNa apostando num R&B mais clássico, não? Mais uma para a minha lista de rappers que mandam bem tanto nas rimas quanto no vocal cantado.

- x -

TOPSECRET - SHE



Mais um grupo de meninos lançando música boa nessa primeira semana de janeiro. Tomara que o nível se mantenha em todo o 2017, né? Eu não tenho a menor ideia de onde esses TopSecret brotaram, mas o amálgama de Dance com Funk proporcionado por eles, acrescido ainda de um MV meio trash e uma dancinhas ridículas, ficou realmente muito legal.

- x -

SEO IN GUK - BEBE



Um solista coreano entregando um PBR&B que presta? Sim, meus caros, é possível. "BeBe" foi lançada no finzinho do ano passado pelo Seo In Guk (?) e tem sido um dos troços que eu mais escutei desde então. Há peso, há um refrão com pulso e memorável, uma ótima interpretação vocal dele e um MV bacana.

- x -

S.E.S - PARADISE



Para encerrar, a SM Entertainment resolveu reunir o S.E.S para faturar em cima da memória afetiva do coreano médio e lucrar com o aniversário de vinte anos do grupo. Particularmente, quando tive interesse em me aprofundar mais na história do K-Pop e pesquisei sobre o trio, odiei o amadorismo das faixas lançadas por elas, assim como não vi nada demais nas recentes Love e Remember. Felizmente, "Paradise" é explosivamente melhor que tudo isso, sendo um New Jack Swing que não só pega referências do passado, como as atualiza de maneira bem orgânica.

Adoraria que elas voltassem mais vezes com outras maravilhas assim.

- x -

E é isso ai, meus queridos. Faltou alguma coisa? Comentem ai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...