domingo, 27 de novembro de 2016

TOP 50 | As melhores faixas do K-Pop em 2015 (37ª até 26ª)


Estava eu aqui enfrentando o meu TOC pelo fato de eu só ter postado três vezes do final de semana passado para cá, procurando algumas faixas de nugus para montar um pacotão ou qualquer coisa dessas, quando me lembro que, opa, já é domingo e posso liberar a maravilhosa segunda parte do top 50 de capopes em 2015 que já estava previamente preparada aqui no painel do blog... *o*

Enfim, vamos lá, eu sei que sempre digo isso, mas não custa reforçar: não quero com essa lista fazer um panorama com tudinho o que foi lançado no ano passado, nem mesmo listar as faixas mais ouvidas e/ou vendidas, já que esse aqui é um espaço totalmente opinativo e reflete apenas o que eu mais escutei na época e ainda venho escutando atualmente. 

É provável que suas canções favoritas não apareçam e que algumas que vocês julgam como horríveis (cof cof Wiggle Wiggle) surjam, mas não quer dizer que alguém está certo ou errado.

Sem mais delongas, confiram ai as colocadas entre as posições trinta e sete e vinte e seis do melhor ano do K-Pop nessa década...

37º) SONAMOO - CUSHION


Abrindo essa segunda parte da lista está o Sonamoo, que teve em 2015 a melhor música de sua curta carreira. É bizarro constatar o quanto essas meninas eram legais ano passado com essa proposta mais voltada ao girlcrush, não só divertida visualmente, mas também sonoramente. Digo que é bizarro pois, agora em 2016, o desespero da TS as fez adotar o tosquíssimo white aegyo infantilóide vizando conseguir um tiquinho mais de sucesso. Tudo em "Cushion" funciona deliciosamente, das variações de elementos sônicos (guitarras, baixo, sintetizadores retrôs, batidas trap) até a métrica da letra e a mensagem romântica mais zoada sobre o cara ser que nem uma almofada. O break de rap também é legal, o MV coloridaço é excelente de assistir. Maldita onda aegyo que surgiu para estragar com o potencial de grupos tão bons...

- x -

36º) DAY6 - CONGRATULATIONS


Olha, eu tinha achado essa emulação da sonoridade Pop/Rock a la Jonas Brothers, McFly e demais atos teen genéricos armada pela JYP bem fraquinha quando escutei pela primeira vez, mas "Congratulations" totalmente me conquistou nessa nova fase "não pedante" que estou vivendo, onde consigo aceitar diferentes propostas musicais e colocar cada uma em sua devida prteleira. Para o que o DAY6 se propos aqui, eles mandaram muito bem, com uma power ballad contagiante e um MV muito bem trabalhado...

- x -

35º) HYOLYN, ZICO, PALOALTO - DARK PANDA


No top original que fiz ano passado (duvido que vocês achem ele), "Dark Panda" estava entre as minhas 10 músicas favoritas de 2015. O problema é que o tempo acabou não fazendo tão bem ao feat. da Hyolyn com o Zico e o Paloalto, já que, de lá pra cá, um monte de gente soltou essas faixas PBR&B + Deep House e todo o apelo ~diferentão~ presente aqui acabou se desgastando. Ainda assim, é inegável a boa produção nisso, com os teclados viajados em evidência, o Hip Hop bem colocado e o vocal da Hyolyn extremamente bem usado...

- x -

34º) VIVIDIVA - SERVICE


SÓ-SÓ-SÓVIS! As meninas do Vividiva apareceram de maneira tão aleatória que até hoje não sei se isso era um girl group sério ou uma zoeira creepy com os exageros do aegyo. Disso ai, tivemos "Service", um synthpop com provável inspiração na era "Gee" do SNSD, cujos sintetizadores parecem ter sido tirados de um jogo do Atari enquanto as gatas repetem vários versos grudentos por cima. O videoclipe é ainda mais enlouquecido, trazendo cada menina da banda ou atacando de youtuber ou dançando de coelhinha maid. Que icônicas...

- x -

33º) EXID - HOT PINK


2015 também foi o ano onde o EXID mostrou que não é apenas um viral e entrou de vez para o dia a dia do capopeiro médio. "Hot Pink" um troço maravilhoso e estranho pra cacete, com uma série de ganchos inusitados e variações malucas que grudam de maneira inteligente na cabeça. O break com a Junghwa transformando tudo numa baladinha após o refrão é quase de tirar o fôlego. Por algum motivo que jamais entenderei, um monte de gente fala que isso é idêntico a "Up&Down". Vai entender esse povo. Reclamar do BLACKPINK reciclado conceitos do 2NE1 ninguém reclama, né?

- x -

32º) IU - GLASSES


"Glasses" deve ser a música mais estranha do EP que a IU lançou ano passado, digo estranha no bom sentido mesmo. Todo o arranjo instrumental Folk mais suingado é montado de maneira a fazer com que imaginêmos que a faixa vá seguir por um estilo, até que, ao chegar no refrão, toda ela muda bruscamente para algo mais gutural, viceral. O que poderia soar alternativo demais para algo da cena Pop coreana, na verdade, se mostra inventivo e demonstra um replay factor bem alto...

- x -

31º) F(X) - RUDE LOVE


Mais um para a lista de melhores trabalhos do ano passado, o álbum "4 Walls" colocou o F(x) num patamar adulto pouco atingível para um grupo idol coreano. Toda sua sonoridade mais calcada no House nos rendeu verdadeiros hinos e um dos mais fortes foi "Rude Love", cujo maior brilho está e ser cantada de maneira mais melódica, quase como em uma balada, sobre um arranjo upbeat clubber razoavelmente alto. E é óbvio que o refrão chiclete é eficiente em fazer com que eu a escute repetidas vezes até enjoar - coisa que, com mais de um ano de lançamento, ainda não aconteceu...

- x -

30º) RED VELVET - ICE CREAM CAKE


Eu estou cagando bonito para a bosta horrível que foi "Happiness" e para o troço sem personalidade intinulado como "Be Natural", pois, para mim, o verdadeiro debut do Red Velvet foi em "Ice Cream Cake". E eu fico bem chocado com o quanto de elementos sonoros perigosos elas brincam aqui sem fazer com que isso soe trash ou genuinamente ruim. Na verdade, toda a loucura de mesclar vocais rápidos meio infantis (e endemoniados) com a sirene de um caminhão de sorvetes, dubstep, trap e Dance funcionou maravilhosamente. Pra mim, é uma das melhores faixas da carreira delas. A propósito, só eu fiquei com vontade de vestir um casacão de urso polar com LEDs e correr num carrinho de super mercado no meio do deserto depois de assistir esse MV? Espero que não...

- x -

29º) 4TEN - GO EASY


Mergulhando ainda mais no submundo nugu, as flopadas do 4TEN (que eram cinco no ano passado e, provando que são nugus de raíz, adotaram o nome "POTEN", já mudando novamente em 2016 quando voltaram a ser quatro), soltaram um dos números Disco mais legais da história recente do K-Pop. "Go Easy" começa com uma intro bem dramática, mas já estoura num instrumental absurdamente orgânico e funkeado, com um balanço delicioso que dá vontade de sair balançando a raba por ai no meio da rua. Como se não bastasse o apelo sonoro setentista magnífico, o videoclipe com elas adotando o "maloqueira concept" pra cima do Wesley Safadão é um plus visual extremamente bem executado...

- x -

28º) WONDER GIRLS - CANDLE (ft. PALOALTO)


Mais uma da bíblia oitentista do Wonder Girls, "Candle" é um dos momentos mais sexuais do álbum, com as gostosas mandando o cara acender o clitóris a vela delas, pois elas já estão loucas com ele naquela noite e não aguentam mais esperar. Isso, é claro, num instrumental totalmente baseado no New Age/Synthrock feito por grupos como o Depeche Mode, o Duran Duran, o New Order, Pet Shop Boys, dentre outros...

- x -

27º) OH MY GIRL - CLOSER


Eu fico muito feliz quando já no primeiro ano de atividade um grupo lança algo tão forte quanto "Closer". Céus, que música arrepiante. É o tipo de coisa que é emocional e etérea, mas, ainda assim, extremamente dançante. Incrível também como o rap entra de maneira bem encaixada, sem a necessidade de um break muito diferenciado...

- x -

26º) EXO - LOVE ME RIGHT


O mais engraçado sobre o EXO é que, mesmo com fãs que beiram ao insuportável tamanha a devoção desenfreada e a maneira como tratam aqueles que não os idolatram, os caras realmente conseguem lançar um punhado de faixas que justificam esse hype todo em cima. 2015 foi o melhor ano do grupo até agora, não por o troço horrível que é "Lightsaber", mas por coisas boas como "Love Me Right". Esse é um daqueles números que mescla o eletrônico com o Funk de maneira competente, com elementos sônicos bastante marcantes, um peso legal e, é claro, um refrão matador. Eu sei que um monte de gente vai falar que é só a SM reciclando SuJu/SHINee/TVWQ!, mas se é para reciclar, que bom que reciclaram tão bem assim...

- x -


E por essa semana é isso ai. Na próxima, trarei os colocados entre as posições vinte e cinco e onze, que são tipo o "grupo da morte", com canções que poderiam facilmente estar no top 10, mas não estão porque... Aah, pois prefiro as que estão na última parte. Spoiler: 4 boybands, 7 girlbands e 4 solistas. 

Alguém se arrisca a chutar? :v

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...