domingo, 2 de outubro de 2016

Alguém upou no YouTube o show da Sheena Ringo no Rock in Japan


E ai que alguma boa alma resolveu upar no YouTube um trecho razoavelmente grande do show da Sheena Ringo no Rock in Rio Japan Festival, que rolou em agosto do ano passado.

Embora não esteja completo, os 25 minutos valem bastante a pena e dão um gostinho do quanto essa criatura é uma das artistas mais interessantes de serem acompanhadas lá da Ásia - principalmente ao vivo! Junto com sua banda, ela mescla de maneira pesadíssima o seu Pop/Rock com elementos eletrônicos, Jazz e, vejam só, Bossa Nova.

Eu sei que o timing tá quase inexistente, mas como ainda não tive a oportunidade de falar da Sheena e quero dar um embasamento pra tudo o que virá dela aqui no blog através do review do "Fantôme", da Utada Hikaru, e nos tops de 2014 e 2015, confiram ai o live...


Caso vocês não tenham ideia de quem estou falado, farei uma pequena introdução. Sabem aquela apresentação que rolou da delegação japonesa no encerramento das olimpíadas aqui do Rio? Pois bem, ela foi um dos nomes por trás de toda aquela produção. A Sheena Ringo é uma cantora japonesa que se mantém relevante desde o final dos anos 90, não só com uma carreira solo, mas como vocalista da banda Tokyo Jihen, da qual esteve a frente entre 2003 e 2012.

E é justamente com uma versão um pouco mais dramática de "Marunouchi Sadistic", do Tokyo Jihen, que a delícia começa o show. Em seguida, ela apresenta "Queen of Kabukichou" num arranjo mais jazzístico que o rockzão original.

Assistir "Crime and Punishment" ao vivo é sempre uma experiência fantástica, já que os instrumentos de sopro dão todo o desespero necessário à faixa, assim como a interpretação da própria Sheena deixam o pacote ainda mais legal. Essa mesma explicação serve para "Camouflage", que vem logo em seguida, cuja nova roupagem deixou-a num clima New Orleans ideal para que estivesse em casa num episódio de "Cowboy Bebop" - ou de "Tom e Jerry", tanto faz.

Pra encerrar, temos os singles do ano passado: "Kamisama, Hotokesama" e o icônico sambão autotunado de "Long and Short Festival", também nomeada alternativamente como "No verão , as noites", pois a Sheena ama o Brasil e a sonoridade daqui, mas não sabe usar o Google Tradutor corretamente. 

No mais, é só isso mesmo. Vou deixar aqui os videoclipes de algumas das faixas performadas para, caso vocês se interessarem, aproveitarem um pouco mais...





Povo do K-Pop, eu ia postar hoje meus comentários sobre o comeback do Crayon Pop, mas decidi fazer a demora se justificar, esticar um pouco mais o post e transformá-lo num Album Review, que deve sair amanhã de manhã. Bjokas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...