quinta-feira, 14 de julho de 2016

Top 10 | 4Minute


E ai que eu enrolei pra caramba para postar isso aqui e todo o timing com o disband do grupo já se foi. Entretanto, enquanto eu preparava um outro post, começou a rodar uma música bem antiga do 4Minute aqui no YouTube, cujo aleatório levou para outra, e outra, e outra, e assim por diante. Então, meio que estou reanimado para montar isso aqui novamente.

A HyunA, a Jihyun, Gayoon, Jiyoon e a Sohyun juntas, para mim, sempre traduziram o que o Pop oriental significava. Elas tinham o visual despojado, a atitude mais engraçada e tranquila que o esperado e as músicas no limiar exato entre o chicletinho e o competente.

Para quem não sabe da história, 4Minute, basicamente, foi o grupo responsável pela minha entrada no K-Pop - embora isso acontecer fosse provável de qualquer forma, visto eu escutar música japonesa desde que aprendi a usar um computador. O que acontece é que eu era ouvinte diário de uma série de rádios online de conteúdo otaku, que costumavam tocar animesongs e demais gêneros da cena musical nipônica. Um dia, uma faixa dessas cinco começou a tocar e a paixão foi instantânea, o que me levou a procurar mais sobre o grupo e, consequentemente, mais sobre o K-Pop.

Essa canção ocupa o topo dessa lista. Porém, antes dela, outras nove maravilhosas vão trilhando o caminho...

10º - Heart to Heart (2011)



"Heart to Heart" deve ter causado inveja em muitas das meninas que tentaram uma carreira musical após a Disney Channel, visto ser exatamente aquele Dance/Pop que se espera de atos desse tipo, que transitam naquele limbo estético entre o teen e o não-tão-sensual. E o videoclipe das cinco se vingando do namorado (que eu jurava ser uma lésbica) da HyunA é só a cereja do bolo...

09º - Ready Go (2011)



Não sei vocês, mas sempre amei o fato delas se manterem coerentes quanto à imagem que passavam na Coréia mesmo em releases japoneses, o que torna toda a discografia asiática do grupo bem condizente. "Ready Go" é uma das minhas favoritas delas na terra do Goku, provavelmente por conta do peso "roqueiro" dado pelo instrumental mais orgânico, com reverbes de guitarras e uma bateria forte. O tipo de coisa que a Ayumi Hamasaki lançaria em seus tempos áureos...

08º - Whatcha Doin' Today? (2014)



Eu nunca entendi o hate de parte do público com a parceria com o Brave Brothers. Embora eu não morra de amores por "Is It Poppin'?", é facílimo gostar de "What's Your Name?" e, principalmente, de "Whatcha Doin' Today". Sendo esse um Pop retrô recheado de efeitos sonoros, como sinos, palmas, instrumentos de sopro, além de ter uma divisão vocal bem legal, dando a cada uma delas a chance de brilhar individualmente. Fora que o MV creepy coloridaço é divertidíssimo de assistir...

07º - Hot Issue (2009)



É dificílimo uma girl band conseguir um debut single ótimo. E é isso que "Hot Issue" é, ótimo. Muitos idolatram "Into The New World" e "Fire", mas ambas acabam datadas por conta dos vocais ou de maneirismos da época, coisa que não afetou o do 4Minute, já que aqui, embora contenha uma série de elementos do Pop que dominava as rádios nos anos 2000 e nos anos 90 ao mesmo tempo, há toda uma construção que a torna atemporal...

06º - Mirror Mirror (2011)


Deus do céu, que música viciante. Lembro claramente de ficar ouvindo isso - e cantando errado - nos fones de ouvido em loop com uma colega minha enquanto um professor de sociologia que odiávamos andava pra lá e pra cá na sala de aula. "Mirror Mirror" melhor remédio contra o sono...

05º - First (2010)


Melhor música do repertório japa delas. É impossível não enlouquecer com a energia que é passada no pré-refrão, no refrão e na coreografia dos tapinhas na bunda no pós, "You gave me my first love / You let me know first love / My only first boy / Baby let's go / I gotta love now /Soutou Excited shiteru kimi to no A to Z / machi kirenai / I'm gonna love now / Dakara koso Give U all atashi no First mo sasageru... / I gotta love now / You're ma ma ma ma my first / Ma ma ma ma my first / You're ma ma ma ma my first / You're my first".  Além delas estarem linhas nessa paleta preto/branco/vermelho...

04º - Volume Up (2012)


Creio que "Volume Up" seja a faixa delas com melhor aceitação do público geral. E não é pra menos, já que, por muito tempo, foi o troço mais sério lançado por elas - isso até esse ano, com Hate. É um EDM feito com afinco pelo Shinsadong Tiger, com elementos de Disco e todo um ar soturno cafona pra caralho, mas que cola. A propósito, nunca devemos nos esquecer da maravilhosa versão indiana que ficará para sempre nos assombrando no YouTube... :v

03º - Crazy (2015)



Só a melhor música de 2015.

02º - Muzik (2009)



"Muzik" foi uma faixa intensa e serviu de follow-up perfeito para "Hot Issue" quando elas lançaram o primeiro mini-álbum. Novamente, é aquele amálgama do Dance que imperava musicalmente nas pistas europeias entre o final dos anos 90 e o início dos 2000, coisa que o K-Pop reviveu bem no final da década passada. Claro, todo o estilo visual Candy Funky Style maluco que elas ajudaram a popularizar na era de ouro, junto com o 2NE1 e o F(x).

Não tem vez em que eu escute isso ai que não desperte uma vontade louca de sair rebolando os passinhos da coreografia, seja em casa lavando a louça, no trabalho ou no meio da rua. Além do mais, terem robotizado o "Funk" do último music no refrão de forma que ele soe como "Fuck" deixa toda a experiência ainda mais divertida.

"Muzik" é elétrica, é dançante, é sexy, é tudo o que vem sumido em girl bands mais novas por conta do falso puritanismo hipócrita do público coreano médio. E ela só não está em primeiro porque, bom, gosto é algo extremamente subjetivo e, nesse caso, a nostalgia imperou...

01º - I My Me Mine (2010)


Eu obviamente não posso provar isso nem para mim mesmo, mas tenho 99,2% de certeza de que "I My Me Mine" foi a primeira música coreana que escutei na vida e identifiquei como tal. Lembro de, após escutá-la na Rádio Blast, ter ido pesquisar no Google sobre o grupo e sentir minha cabeça explodir ao não só perceber que aquelas gostosas orientais não eram japonesas - linha editorial da rádio -, como que a Coréia do Sul tinha uma cena Pop contemporânea internacionalmente forte, com vários grupos de meninas e meninos, além de atos solo. Foi todo um mundo novo descoberto.

Então, é inevitável que toda vez que reconheço a intro com as batidas eletrônicas, o título narrado e os sintetizadores futuristas, me venha uma sensação adolescente deliciosa.

É claro que nada disso ocorreria se a faixa não fosse, no mínimo, sensacional. Os versos são memoráveis, o refrão é um dos troços mais pegajosos da história musical dos últimos 50 anos, a coreografia é icônica, o MV é o retrato de uma época. E não é exatamente isso que esperamos de uma música no K-Pop?

“ 오늘 뭐해?
”

Não sou desses fãs trágicos que acham que o K-Pop está morrendo com o passa dos anos, mas, ao terminar de escrever esse post, fica aquele gosto na boca de o espaço para grupos como o 4Minute, empoderados, sem medo de ousar e até zoar com a cara do público, vem diminuindo bastante. Só resta saber se essa será uma crescente ou apenas uma moda momentânea.

Até uma próxima.

2 comentários:

  1. A primeira musica de kpop que eu escutei também foi do 4minute mas foi a mirror mirror, minha primeira bias foi a Ga Yoon porque ela era loira 😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mirror Mirror <3 Lembro que ela tocou muito numa sala de K-Pop num AF que eu fui há uns anos, junto com "So Cool", do Sistar, "The Boys", das SNSD e vários outros sucessos de 2011... ;-;

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...