quinta-feira, 30 de julho de 2015

7 EPISÓDIOS PARA CELEBRARMOS OS 75 ANOS DO PERNALONGA


Uma pena eu não conseguir escrever com a frequência que gostaria e acabar deixando certas coisas muito importantes passarem.

Na última segunda-feira, 27 de julho, o Pernalonga, um dos maiores personagens de desenhos animados de todos os tempos, comemorou seus 75 anos anos de criação. E, acreditem, isso é algo a se comemorar mesmo.

Bolado nos anos 40 pelo genial diretor, cartunista, animador e dublador Tex Avery, o coelho (ou seria uma lebre?) serviu como divisor de águas na maneira como as animações eram produzidas na época, visto o sucesso alcançado com seus traços não tão "naturais", indo no oposto do realismo estipulado pela Disney no momento.

Além disso, é lembrado até hoje por seu humor ácido e falta de amarras e pudores, servindo de inspiração para tantos outros personagens "porra-loucas" da atualidade. Pensem: se hoje em dia, Steven Universe e A Lenda de Korra enfrentam resistência dos mais conservadores por conterem personagens lésbicas - mesmo que quase não demonstrem isso -, imaginem há mais de meio século atrás o quão controverso era personagens do mesmo sexo se beijarem, casarem e travestirem-se nos curtas...

Ei... O que que há, velhinho?

Por essas e outras, resolvi, mesmo que atrasado, reunir sete dos ótimos episódios do Pernalonga que achei nos YouTubes da vida. É impossível reunir o melhor dos mais de cem desenhos já feitos por ele aqui nesse post, mas acredito que vocês podem ter uma boa ideia do estilo assistindo esses poucos. Claro, fica da vontade de cada um pesquisar por mais. Afinal, conhecimento em excesso não chega a ser um problema, não é mesmo?


Coelho Selvagem (1940)


Primeiro curta-metragem oficial com a formulação completa do que seria o personagem já com o nome Bugs Bunny. É um dos troços mais engraçados e icônicos da Warner até hoje. O coelho beijando o Hortelino diversas vezes, amarrando em laço sua espingarda e apalpando a cenoura apenas com a mão por fora da toca: tudo virou marca registrada. Além disso, quantas vezes vocês já viram a cena inicial aqui do caçador procurando na floresta em remontagens não só com essa dupla? Genial...


Cavaleiro Pernalonga (1958)


Ganhador da estatueta do Oscar de curta-metragem de animação na época, aqui temos ele sendo obrigado a recuperar um espada cantante em um castelo protegido pelo sempre mal humorado Eufrazino e seu dragão que não para de espirrar. Sensacional a ironia dele na janela após invadir o local e trancá-los do lado de fora...


O Abominável Coelho das Neves (1961)


Por esquecerem de virar à esquerda cavando na cidade de St. Louis (hahahahaha), Pernalonga e Patolino, em vez da paradisíaca Palm Spring, acabam indo parar no Himalaia (!!!). Como consequência, a dupla precisa lidar com um gigantesco abominável homem das neves que sonha em ter um coelhinho de estimação...


Contatos Imediatos (1958)


Ao subir acidentalmente em um foguete estacionado em cima de sua toca, Pernalonga vai parar em Marte e se mete em uma aventura espacial contra Marvin, o marciano, que deseja destruir a Terra por prejudicar sua visão do planeta Vênus. Não tem como não rir da perseguição com os marcianos instantâneos à base de água...


Em Frente Marche (1953)


Já no fim da Guerra Fria, o Pernalonga protagonizou uma das maiores sátiras ao culto à guerra dos EUA, criticando o exército americano a ponto de dizer que eles recrutariam até mesmo um coelho...


O Coelho de Cevilha (1950)


Pernalonga se vinga das perseguições de Hortelino colocando-o dentro de uma apresentação da ópera "O Barbeiro de Cevilha", o que resulta em um dos seus episódios mais famosos e copiados de todos os tempos...


Rabbit Hood (1949)


Como é sensacional quando o personagem quebra a quarta parede, sabendo que é um desenho e se comunicando direto com o público, né? Nesse episódio, o Pernalonga não só faz isso como: ironiza a dificuldade para veteranos de guerra adquirirem imóveis nos EUA, entrega uma das melhores cenas nosense de toda a sua série ao preparar um bolo e tornasse "O rei" mais inusitado do século passado...


*O episódio completo pode ser assistido clicando AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...