domingo, 28 de agosto de 2016

TOP 30 | As melhores faixas do K-Pop em 2014 (30ª até 21ª)

http://www.esquadraolunatico.com/2016/08/top-30-kpop-2014-1.html

Olá, meus queridos. Após uma semana de completo caos na minha agenda, não permitindo que eu desse prosseguimento a essa série, cá estou de volta com mais uma parte da lista onde abro o baú da música Pop asiática, relembrando quais foram as melhores faixas desses últimos anos, tanto no Japão, quanto na Coréia do Sul.

Como eu havia explicado, passarei a dividir essas listas em partes, assim tenho mais tempo para montá-las e uma maior possibilidade de page views e tudo poderá seguir mais organizado. Sem mais delongas, vamos descobrir quais foram as 30 melhores do capope em 2014.

Nessa primeira parte, confiram as colocadas entre o trigésimo lugar e o vigésimo primeiro...

sábado, 27 de agosto de 2016

35 desenhos para comemorar os 35 anos do SBT


E ai que o SBT comemorou 35 anos esse mês. Pra muitos de vocês, leitores mais novos, é válido contar. O SBT foi de grande importância para o público infantil aqui no Brasil e ainda continua sendo, visto ser a única emissora de alcance nacional da TV aberta a manter em sua programação diária atrações voltadas para a molecada.

Há quem reclame atualmente e já houve quem reclamasse muito no passado do excesso de reprises, mas a grande verdade é que a emissora do Baú sempre esteve com a galera que curtia animações por aqui. O canal do seu Silvio não só serviu de babá para a galerinha que ficava de manhã em casa sem nada para fazer, com o Bom Dia & Cia e suas diferentes formações, como também colocava desenhos pra rolo durante a tarde (never forget Disney Cruj) e de noite, batendo de frente com as novelas da Globo.

Eu poderia escrever parágrafos e parágrafos falando do quão o SBT foi foda todos esses anos e montar diversos posts sobre isso, mas como forma de homenagem e também para não deixar a data passar despercebida, resolvi reunir aqui 35 dos MUITOS desenhos animados que passaram por sua programação. Foi bem difícil chegar nesse corte, mas quis juntar alguns dos que foram mais presentes na grade entre o final dos anos 90 e 2000. Sem ordem de preferência e com alguns comentários breves, confiram ai a lista...

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Com 'Born To Be Wild', JYP, Hyoyeon, Min e Jo Kwon entregam uma das melhores faixas ruins de 2016 ❤


Eu sei que muita gente não tem gostado tanto assim do SM Station, muito por o projeto acabar soltando mais músicas ruins que boas. Entretanto, como disse nesse post aqui, alguns bons lançamentos vem sendo desovados por lá esse ano.

E ai que, aleatoriamente, a SM resolveu fechar uma parceria com a JYP Entertainment e juntar a Hyoyeon (Shoujo Jidai), a Min (miss A) e o Jo Kwon (ex-2AM) numa subunidade mais improvável que o line up original do Five Girls. Vejam ai o debut inacreditável do Triple T (em feat. com o próprio JYP):

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

SPICA está vivo e volta se jogando no 80's com 'Secret Time'


O SPICA sempre foi um daqueles grupos cuja história por trás foi uma confusão deliciosa de acompanhar, retratando a verdadeira loucura que são os bastidores de agências idol coreanas.

Ele é formado por meninas que já se ferraram bastante na indústria, com integrantes que, originalmente, deveriam fazer parte de outras girl bands. Algumas delas estavam certas para integrarem o Rainbown, o 2NE1 e o KARA, mas acabaram sendo retiradas de última hora. A Jiwon até chegou a participar do pré-debut do T-ara, mas foi chutada logo depois, além de ter quase estreado com um grupo chamado Five Girls, junto com a Yubin (Wonder Girls), a  Uee (After School), Hyosung (Secret) e a G.NA.

Fora que, antes da formação que vemos hoje, chegaram a especular para o SPICA gente que hoje tá no Sistar, no F(x), no 4MINUTE, no SNSD, no miss A, no EXID e a própria G.NA. Tudo fofoca, não me peçam fontes.

O resultado final foram cinco garotas: Juhyun, Boa, Narae, Jiwon e Bohyung. Embora nunca tenham conseguido um sucesso equivalente, elas ocupavam um lugar semelhante ao do MAMAMOO anos atrás, cujas canções puxavam para um lado mais adulto e focavam em seus vocais fortes. O flop fez com que elas sumissem depois de um debut ótimo ignorado nos EUA.

A boa notícia é que elas estão de volta. Vejam ai o MV de "Secret Time":


Jimin Park está de volta com 'Try' e o mini-álbum está bem mais interessante que o lead single


A Jimin Park deu um soco no estômago de todo mundo ano passado quando lançou "Hopeless Love", uma power ballad toda experimental, lembrando bastante os trabalhos da FKA Twigs, mas de uma maneira bem mais bem cantada e expressiva.

O MV também veio nessa pegada indie, com ela disputando a atenção de um cara com a amiga (ou de uma mina com um amigo, a interpretação ficou dúbia), isso tudo numa fotografia remetendo ao cinema europeu. Lembro que viciei imediatamente e até a coloquei em quinto lugar na lista de melhores faixas do K-Pop em 2015 que fiz lá para a Rádio J-Hero.

Toda essa introdução é para eu justificar o fato de eu estar dedicando um post solo para o follow-up meia boca que ela soltou essa semana, Try. Vejam ai o MV...